Comentário: A copa do mundo que não encanta mais o mundo

22 de maio de 2018

Ruas enfeitadas de verde amarelo, vendas de camisetas, bandeiras e adereços alusivos à copa. E o que dizer dos empolgados comentários em bares e esquinas sobre o histórico evento de junho? Essas são lembranças que parecem mesmo terem ficado trás. A verdade é, que os brasileiros perderam o interesse pelo futebol e faz tempo. Uma pesquisa realizada pelo instituto Paraná Pesquisa no início desse mês, há 42 dias da copa, mostrou que 65,8% dos brasucas, estão pouco ou nada interessadas no evento da FIFA que nos tempos áureos, era o evento mundialmente mais aguardado.

A pesquisa ouviu entre os dias 24 e 25 de abril, 2.948 pessoas em 185 municípios que abrangem 26 estados, além do Distrito Federal. Infestada de corrupção assim como a CBF e próprio Brasil a FIFA foi palco de corrupção há pelos 40 anos como lavagem de dinheiro, compra de votos, suspeitas de vendas de títulos mundiais, entre outros. A Podebraão tem mais moral para arrastar a multidão de antes.

E quanto a nós brasileiros que sempre usamos o futebol como circo para esquecer as nossas mazelas. Agora nem isso faz, mas sentido. O assunto do momento é a lava jato, qual é próximo político a ser preso e se a gasolina vai continuar subindo. Ao que parece, nós brasileiros nos cansados de tanto apanhar e estamos aprendendo com a dor e pensando em coisas mais concretas nesses últimos tempos.

Amigos Ouvintes e leitores:  A verdade é, que a copa do mundo é um evento que perdeu a graça com resultados arranjados, sedes da copa compradas mediante a propina para votos, entre outras falcatruas que até mencioná-las dá nojo. Dos jogadores da seleção brasileira convocados para o torneio, somente 03 atuam no Brasil, uma seleção de gringos-brasucas que fazer o torcedor perder a motivação. Mas quem pensa que somente o futebol perdeu a alegria por aqui, está completamente enganado. O Brasil de agora, só nos dá mesmo, motivos pra chorar

 

No Comments

Deixe uma resposta

avatar

Publish

A era da velocidade
16 de maio de 2018
Comentário: A greve do Brasil caminhoneiro
25 de maio de 2018