Vaticano desmente PT e diz que terço dado a Lula não foi enviado pelo Papa

15 de junho de 2018

Autor: Gilaelson

Lula está preso há pouco mais de 60 dias, mas as histórias produzidas por ele mesmo e pelo PT em torno de sua prisão já tem enredo para um seriado completo sobre a vida do ex-presidente. Mantido na superintendência da Polícia Federal desde 07 de abril, Lula e seus seguidores têm protagonizado os mais bizarros episódios nos arredores da carceragem. Primeiro, foi o acampamento feito pela militância próximo ao local, o qual produziu uma desordem de proporções até agora não explicadas, razão pela qual os moradores de Curitiba pediram a expulsão dos vizinhos provisórios por perturbarem a paz e ameaçarem o sossego de quem trabalha.

Depois, entraram em cena os senadores do PT, PC do B, PDT e PTB, dizendo que precisavam fazer uma visita de inspeção ao local em que Lula estava detido. O requerimento aprovado em tempo recorde de 3 minutos no senado é da senadora Vanessa Grazziotin (PC do B). A vistoria pedida pelo grupo de senadores não tem previsão legal e, por isso, a PF não iria permitir esse tipo de procedimento. Mas, por fim, uma juíza autorizou a visita. E lá foram os especialistas de araque em inspeção procurar caso em um local onde a PF costumava hospedar seus próprios funcionários. Resultado: não encontraram nada. A ida dos senadores foi somente para fazer barulho e tentar deixar Lula em evidência.

Agora, como se não bastasse, o PT inventou que o Papa Francisco teria enviado um terço para Lula por intermédio do advogado argentino Juan Gabrois, que o partido dos trabalhadores apresentou como assessor do papa. Tudo mentira! Primeiro que o advogado Juan Gabrois não é assessor do Papa, e sim um ex-consultor político. Em nota, neste último dia 12, o vaticano disse que o terço levado ao ex-presidente Lula não foi enviado pelo Papa Francisco, e sim abençoado por ele. Disse também que é de costume do vaticano o envio de terços para presidiários do mundo inteiro, mas que o santo padre não entra no mérito de suas realidades particulares. Resultado: depois da descoberta da farsa, o PT teve que sair trocando as informações do seu site e redes sociais para, dessa vez, falar a verdade ao Brasil.

Amigos ouvintes e leitores,

Lula e o PT só estão dando continuidade ao que sempre fizeram no Brasil, que foi propagar a mentira e disseminar o engano. Essa história do Papa foi justamente para dizer “Nossa! O papa está com Lula” e despertar, em torno de sua possível candidatura, a comoção popular. Lula ainda não se conformou com a prisão, e seu período de negação parece mesmo não ter fim. O ex-presidente tem acumulado todo tipo de derrota nos tribunais na tentativa de ser candidato a presidente e de sair da prisão. Ontem, Lula perdeu mais uma, quando a justiça lhe negou o pedido de suspensão de sua prisão até que se julgue recurso. Agora, só nos resta sentar e esperar o próximo episódio dessa trama-tramoia, liderada por Luiz Inácio, que ainda está no ar!

No Comments

Deixe uma resposta

avatar

Publish

Namorando para ‘sempre’
12 de junho de 2018
Chegou o fim da privacidade!
29 de junho de 2018